EXAMES

Existem diversos exames que podem diagnosticar doenças do coração. O seu médico é quem deverá decidir quais são os mais indicados e necessários a cada caso. Ele se baseará na sua história clínica, também nos fatores de risco detectados e na intensidade dos sintomas e sinais encontrados.
Conheça os exames realizados pela Cordial:

 

ECOCARDIOGRAFIA COM DOPPLER A CORES – ADULTO E PEDIÁTRICO:
É um exame complementar de diagnóstico que se baseia na utilização de ultrassons para obter imagens em movimento do coração e dos vasos sanguíneos que estão próximos.
Este exame permite ver e fotografar o interior do coração como se ele fosse cortado ao meio na horizontal, vertical ou qualquer ângulo transversal.
As imagens do músculo e das válvulas cardíacas apresentadas podem ser estáticas e em movimento, além disso, através do mapeamento de fluxos em cores pela técnica Doppler, pode-se identificar a direção e velocidade do fluxo sanguíneo no interior das cavidades cardíacas.
Os dados obtidos com este exame são de vital importância para obter o diagnóstico completo de grande parte das doenças do coração.
ECOCARDIOGRAFIA FETAL COM DOPPLER A CORES
É realizado um estudo do coração através do ultrassom, usando o mesmo método dos exames pré-natais de rotina que avaliam o crescimento fetal e as outras estruturas anatômicas do bebê. A diferença é que este exame é focado no coração e nos vasos que saem do mesmo ou nele chegam, analisando detalhes tanto morfológicos (da forma dessas estruturas) como funcionais (da função cardíaca e circulatória). O exame idealmente deve ser realizado à partir da 24° semana de gestação. O exame, como todo ultrassom, não causa danos à mãe ou ao bebê.
ECOCARDIOGRAFIA TRANSESOFÁGICA:
Uma Ecocardiografia Transesofágica, ou ETE é realizado com uma sonda de ultrassom especialmente projetada, introduzida pela boca, de forma delicada, dentro do esôfago (duto por onde passa o alimento). No ETE, a sonda é capaz de visualizar o lado posterior do coração a partir dessa posição. O médico solicita esse exame para obter uma visão mais detalhada de partes específicas do coração, não tão bem visualizadas no ecocardiograma comum.
ECOCARDIOGRAFIA DE ESTRESSE FARMACOLÓGICO
A Ecocardiografia de Estresse Farmacológico consiste num ultrassom do coração, associado ao uso de medicamentos (dobutamina ou dipiridamol), que possibilitam visualizar a contração do coração em repouso e em esforço máximo, semelhante ao atingido durante o exame de esforço realizado em esteira ergométrica, porém o paciente permanece deitado o tempo todo. Este exame é realizado em ambiente hospitalar, devido à necessidade de medicações injetáveis e para maior garantia no caso de complicações. O exame é realizado com a máxima segurança e confiabilidade e sem o desgaste do teste de esteira.
ECOGRAFIA COM DOPPLER DE AORTA E ARTÉRIAS ILÍACAS
É um exame não invasivo, com duração média de trinta minutos, onde o paciente fica deitado e são examinadas as artérias:aorta e ilíacas, com o aparelho de ultrassom. O exame pode detectar obstruções, deformidades nestas artérias, além de determinar o fluxo de sangue que passa por elas. Especialmente útil junto com o Ecodoppler de carótidas na pesquisa de aterosclerose subclínica, bem como, triagem para aneurismas de aorta abdominal em pessoas com história familiar ou idosos. As principais imagens obtidas durante o exame são documentadas em papel impresso e em seguida são analisadas pelo médico, que realizará o laudo.
ECOGRAFIA COM DOPPLER DE CARÓTIDAS E VERTEBRAIS
Trata-se de um exame não invasivo, com duração de trinta minutos, em média, onde o paciente fica deitado e são examinadas as artérias carótidas na região do pescoço, com o aparelho de ultrassom. O exame pode detectar obstruções e deformidades nestas artérias, além de determinar o fluxo de sangue que passa por elas.
As principais imagens obtidas durante o exame são documentadas em papel impresso e em seguida são analisadas pelo médico, que realizará o laudo.
ECOGRAFIA COM DOPPLER VASCULAR PERIFÉRICO
É um exame não invasivo, com duração média de trinta minutos, onde o paciente possui seus vasos sanguineos examinados, com o aparelho de ultrassom. O exame pode ser do sistema Arterial ou Venoso dos membros superiores ou inferiores, afim de detectar obstruções, deformindades, insuficiências determinando o fluxo sanguineo que passa por elas através do efeito Doppler.
TESTE ERGOMÉTRICO EM ESTEIRA ROLANTE
Trata-se de um exame de extrema importância numa série de doenças cardíacas, e também para procurar ou descartar tais doenças. Não há necessidade de experiência prévia com esteiras ergométricas.
Num primeiro momento é realizado um eletrocardiograma em repouso e logo a seguir o paciente é posicionado em pé sobre uma esteira ergométrica (desligada) e cinco (5) eletrodos adesivos são afixados ao seu peito; destes eletrodos saem fios que vão ser ligados a uma central computadorizada que registrará os batimentos do coração; o médico instala no braço do paciente um equipamento de pressão e faz uma verificação inicial; depois de explicar o funcionamento da esteira, ela é ligada na velocidade mínima e o paciente passa a caminhar. É possível apoiar-se com uma ou as duas mãos.
A caminhada tem uma duração variável, geralmente entre seis e quinze minutos, e o médico verifica a pressão, os batimentos do coração e aumenta a velocidade da esteira periodicamente; o exame termina quando o paciente solicita ou cansa, chegando ao seu limite físico, ou então por determinação do médico. O comportamento do coração durante a caminhada é todo registrado, e em seguida o exame é interpretado pelo médico. O paciente recebe um laudo completo com todos registros do exame e a interpretação, logo depois do exame.
ELETROCARDIOGRAFIA
Exame básico e imprescindível na cardiologia. Geralmente este exame não fornece o diagnóstico final, mas o seu resultado, combinado a outros dados, leva ao diagnóstico.
É um exame inofensivo, realizado por um profissional experiente: o paciente fica deitado em uma cama, com o tórax nu, e seis (6) fios elétricos são fixados ao peito, com adesivos ou pêras, além de mais quatro (4) fios nos membros, presos com braçadeiras. Não existe qualquer perigo de choque. Um sistema computadorizado registra as correntes elétricas do coração em poucos segundos, e mais tarde o médico especialista interpreta estes dados. A realização do exame dura cerca de cinco (5) minutos, não há necessidade de jejum ou preparo especial.
HOLTER – MONITORIZAÇÃO ELETROCARDIOGRÁFICA DE 24 horas até 7 dias.
Trata-se de uma versão simplificada e portátil do eletrocardiograma, muito útil para registrar arritmias ou outros eventos que ocorrem no coração de forma esporádica. O paciente recebe quatro (4) eletrodos adesivos no peito, sob a roupa; cada eletrodo é conectado a um fio; todos fios estão ligados ao monitor do Holter, que é menor do que um telefone celular e fica preso à cintura do paciente. O paciente passa no mínimo vinte e quatro horas com este equipamento, em casa e no trabalho, acordado e dormindo, realizando suas atividades normais, enquanto são registrados seus batimentos cardíacos. Caso sinta algum sintoma, solicitamos que registre o que sentiu e o horário, por escrito. Ao término do período, o equipamento é retirado na clínica, e os dados são transferidos para um sistema computadorizado. Um médico especialista interpreta estes dados e detecta se ocorreram arritmias ou outros eventos importantes, e o que aconteceu com o coração no momento dos sintomas. O paciente recebe um laudo completo impresso. É necessário agendar este exame com antecedência, não há necessidade de jejum.

De forma pioneira na nossa região estamos introduzindo a monitorização Holter por períodos mais prolongados, além das usuais 24 horas: exames de 48h, 72h, 4 dias, 5 dias, 6 dias e até 1 semana. Isso permite a identificação de arritmias menos frequentes, pois aumenta o período de observação do ritmo cardíaco, sendo extremamente útil na avaliação de palpitações que um Holter convencional em 24 horas não pode detectar. Oferecemos também a modalidade “holter até sintoma”, onde o monitor é programado para 7 dias, mas pode ser retirado antecipadamente caso ocorra o sintoma em questão, gerando economia e praticidade.

MAPA – MONITORIZAÇÃO AMBULATORIAL DA PRESSÃO ARTERIAL DE 24 HORAS
Este exame é muito útil para diagnosticar hipertensão arterial, ou para averiguar a eficácia do seu tratamento. Bastante utilizado para pacientes que têm medidas conflitantes de pressão arterial, ou dificuldade de acesso a um esfigmomanômetro confiável. Um aparelho de pressão automático e portátil é instalado na cintura do paciente, preso a um cinto, e dele sai uma mangueira flexível que é conectada a um manguito, ao redor do braço, sob a roupa. Este aparelho mede a pressão automaticamente a cada quinze minutos e registra o resultado na memória. O paciente permanece vinte e quatro horas com o equipamento, realizando suas atividades normais. No dia seguinte o aparelho é retirado na clínica, e os dados são transferidos para um sistema computadorizado. Um médico especialista interpreta estes dados e o paciente recebe um laudo completo impresso.
É necessário agendar este exame com antecedência, não há necessidade de jejum.
AVALIAÇÃO AUTOMATIZADA DA FRAÇÃO DE EJEÇÃO DO VENTRÍCULO ESQUERDO
Através de software exclusivo o equipamento calcula automaticamente a fração de ejeção analisando a contratilidade segmentar de todas as paredes miocárdicas, corroborando os cálculos tradicionais, impressão do ecocardiografista e demais ferramentas tradicionalmente utilizadas.
AVALIAÇÃO DE SINCRONIA MIOCÁRDICA
Técnica realizada por poucos centros de diagnóstico, proporciona a pesquisa de dissincronia intraventricular, interventricular e atrioventricular auxiliando em pacientes candidatos a ressincronização miocárdica (pacientes com QRS >130ms) e no ajuste de ressincronizadores já implantados visando beneficio máximo da terapia ressincronizadora.
AVALIAÇÃO E DETECÇÃO DE DISFUNÇÃO MIOCÁRDICA INCIPIENTE
Para tanto utilizamos modernas técnicas de strain bidimensional (speckle tracking), strain rate e strain. Particularmente útil no acompanhamento de pacientes em quimioterapia, cardiopatia hipertensiva, hemocromatose, doença de Chagas e miocardiopatia dilatada em todas suas fases, entre outros. (Favor solicitar especificamente Ecocardiograma com Strain).
AVALIAÇÃO DE RESERVA CORONARIANA NA ECOCARDIOGRAFIA DE ESTRESSE COM DIPIRIDAMOL
Aumento da sensibilidade e especificidade das alterações contráteis em parede anterior com dado objetivo da patencia e potencial reserva de fluxo da artéria descendente anterior.
AFERIÇÃO AUTOMATIZADA DO ESPESSAMENTO DO COMPLEXO MÉDIO-INTIMAL
Ferramenta especialmente útil na avaliação de aterosclerose subclínica em pacientes portadores de risco coronariano intermediário e alto risco. Podendo ser extrapolada para todos os indivíduos em avaliação de aterosclerose sem placas manifestas. Elimina o viés de aferição do examinador, pois se trata de medida de um segmento localizado a 2 cm do bulbo na artéria carótida comum e o valor obtido constitui-se de uma média do espessamento do referido segmento dado pelo próprio equipamento.
AVALIAÇÃO DE ATEROSCLEROSE DE AORTA ABDOMINAL AO ECOCARDIOGRAMA TRANSTORÁCICO COM DOPPLER CONVENCIONAL
Todos pacientes que são submetidos ao ecocardiograma transtorácico e, que possuam janela acústica favorável, passam por avaliação de aterosclerose de aorta abdominal, sem representar custo adicional. Contudo para pesquisa com maior sensibilidade sugere-se a solicitação específica de Ecografia de Aorta e Artérias Ilíacas para avaliação de aterosclerose subclínica pois esse exame inclui o jejum para obtenção de imagens ótimas.
AFERIÇÃO DO VOLUME ATRIAL ESQUERDO E ÁREA ATRIAL DIREITA
O volume do AE é um dado com grande apoio na literatura em relação aos eventos e mortalidade em diferentes patologias. Qualquer cardiopatia que o AE for maior 34ml/m2 indica pior prognóstico. O aumento do AE é leve de 28 -33 ml/m2, moderado de 34-39 ml/m2 e grande >40 ml/m2 . Em relação à área do AD é uma forma objetiva de estimar seu tamanho onde antes era baseado em análise subjetiva ou diâmetros aferidos no 4 câmaras com grande variação.
ECOGRAFIA COM DOPPLER DE AORTA E ARTÉRIAS RENAIS