NOVO TRATAMENTO PARA REDUÇÃO DE TRIGLICERÍDEOS

15239142_1158086917601179_393459432_n

Os níveis elevados de triglicerídeos no sangue estão relacionados ao surgimento de diversas doenças, como diabetes, esteatose hepática, pancreatite, aterosclerose, infarto e “derrame”. Porém, apesar deste conhecimento ser antigo, os medicamentos desenvolvidos até hoje para redução de triglicerídeos mostraram pouco ou nenhum efeito protetor contra estas complicações.

Assim, a comunidade médica saúda a chegada de uma nova droga nesse arsenal. Trata-se do icosabutabe, que é um ácido graxo ômega-3 estruturalmente melhorado. Após anos em desenvolvimento, o icosabutabe foi testado em 87 pacientes com triglicerídeos severamente elevados (média de 650 mg/dl, sendo que o normal é abaixo de 150 mg/dl).
Após 12 semanas de uso, a nova droga causou uma redução de 51% nos níveis de triglicerídeos deste grupo, comparada a uma redução de 17% nos pacientes que receberam placebo, sem aumento de efeitos adversos. Trata-se de uma redução maior do que a obtida com outras drogas até hoje.
Estudos maiores serão realizados, para confirmar a segurança e eficácia deste novo medicamento. Após isso, o medicamento poderá ser comercializado, caso os estudos tenham resultados positivos. Porém, é importante salientar que, mesmo a droga sendo comercializada com aprovação para redução de triglicerídeos, isto não indica automaticamente que seu uso evitará as complicações dos níveis elevados de triglicerídeos. Para determinar se a droga evita as complicações, serão necessários estudos bem maiores, com mais pacientes e mais longa duração.
Enquanto isto, sabemos que é possível um grande grau de sucesso no tratamento da hipertrigliceridemia com redução drástica no consumo de carboidratos, especialmente os refinados e os líquidos, associada à atividade física regular.

Fontes:
http://www.medscape.com/viewarticle/845662
http://www.eventure-online.com/eventure/publicAbstractView.do?id=262807&congressId=8753

 

 


  1. No Comments


  2. Leave a Reply